Alimentam-se basicamente de insetos e, por isso, podem ser encontradas em diversos ambientes diferentes, incluindo residências, comércios e outros locais públicos. Normalmente suas teias são formadas e cantos de paredes, frestas, móveis ou locais escuros e longe da umidade. São capazes de por vários ovos de uma vez, tendo rápida reprodução e, por isso, em caso de infestação de aranhas, os métodos caseiros não são eficazes sendo necessário contar com uma dedetizadora de aranhas para a completa remoção.

Aranhas mais comuns no Brasil

O Brasil é um país rico em espécies de aranhas, sendo algumas inofensivas e outras com grande potencial de lesão, podendo levar mesmo a óbito. Nos centros urbanos, as aranhas podem ser encontradas em todos os lugares, porém, raramente encontram-se aranhas com tamanho acima de 10 cm e veneno letal. Aranhas mais ofensivas costumam ser encontradas em zonas rurais e regiões de mata, como por exemplo, no planalto central do país.

As aranhas mais perigosas encontradas em cidades são as aranhas armadeiras (as maiores e mais perigosas), aranhas caranguejeiras (ou tarântula) e a aranha marrom.

– Aranha Armadeira: a mais perigosa espécie de aranha no Brasil, pode ser encontrada em todas as regiões, normalmente em vegetações rasteiras e arbustos. De 10 tipos de picadas de armadeira, apenas 03 possuem cura.

– Aranha caranguejeira: é uma espécie muito violenta e ofensiva. Sua picada causa um distúrbio nervoso chamado tarantismo, que provoca contorções e espasmos, semelhantes a uma convulsão.

– Aranha marrom: é a mais comum de se encontrar em residências, tem um tamanho aproximado de 4 cm. Sua picada causa alterações na pele e sistêmicas que, se não tratadas, podem levar à necrose do tecido e até mesmo à morte da pessoa. Essas aranhas não são agressivas e picam apenas quando se sentem ameaçadas e não têm como fugir, como, por exemplo, dentro de sapatos e roupas. É importante lembrar que a picada de aranha marrom não causa dor imediata, seus sintomas aparecem apenas após algumas horas, com dores, vermelhidão, manchas, bolhas e se não for tratada em um hospital, poderá chegar à necrose do tecido na região da picada.

Como prevenir e dedetizar aranhas em sua residência

As aranhas costumam alojar-se em locais escuros e difícil acesso, fazendo teias em cantos, quinas de paredes, móveis ou qualquer outro ambiente que ofereça essas condições. Normalmente saem à noite em busca de alimento, que são insetos de pequeno porte, especialmente mosquitos e formigas. Dessa maneira, a melhor forma de prevenir contra a infestação de aranhas é manter os ambientes sempre limpos, bem iluminados e arejados. Locais que sejam vizinhos a terrenos baldios devem solicitar maior atenção dos moradores, uma vez que terrenos baldios, com plantas, resíduos e insetos são o ambiente mais propício para o alojamento de aranhas, inclusive aranhas mais perigosas, como a viúva-negra, caranguejeira e armadeira.

É sempre importante também observar cantos de armários, sapatos e roupas antes de usá-los, para não correr o risco de ser picado por uma aranha marrom ou de outra espécie.

No caso de infestação de aranhas em sua residência, a utilização de métodos caseiros de desinsetização não é eficaz, pois não removem todos os insetos e seus ovos. A melhor solução para esse caso é o serviço de dedetização, em que o dedetizador irá localizar todos os focos de infestação e removê-los com eficácia e segurança, prevenindo a reinfestação.

Locais públicos, comércios e indústrias devem também fazer dedetizações de aranhas e outros insetos periodicamente como medida preventiva e garantir a segurança de todas as pessoas do local.

Como é feita a dedetização de aranhas?

Método mais utilizado para dedetizar aranhas é a pulverização, realizada por profissionais treinados, equipamentos e produtos específicos para tal. Antes da ação, é realizada uma inspeção para localização da espécie e dos locais de infestação de aranhas, então, é aplicada a pulverização de produtos químicos desinsetizadores em toda a área no chão, alto da parede, em entulhos e locais específicos. Em locais de difícil alcance, a pulverização é realizada com uma atomizadora.

Fonte: AmbientalePragas

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *